OUT, 2016
25

Saladas: Quanto mais colorida melhor!

Quem é que não quer ter uma vida mais longa e saudável?
Todo mundo é claro, mas quem é que lembra disso na hora em que chega no buffet?

O primeiro passo está ali no começo de todo buffet e não é à toa. Verduras e legumes são essenciais em uma boa alimentação e também à saúde. 
Segundo pesquisa do Ministério da Saúde em abril de 2016, as hortaliças estão presentes no prato de apenas 30,4% dos brasileiros. Muito pouco, não é mesmo?! Você está dentre dessa porcentagem? Parabéns se sim, e preste muita atenção se a sua resposta foi não, porque agora vamos te ensinar a montar uma refeição mais saudável e nutritiva, dê uma chance as verdinhas.
Na hora de se servir, siga a ordem da maioria dos buffets, pense na salada como uma liquidação de shopping: você leva mais pela metade do preço e no final vale totalmente a pena. Montando um “pratão” com legumes e hortaliças, você consome fibras, vitaminas e minerais por poucas calorias e, no final da refeição, sente que o organismo está satisfeito.
Mas calma, tem que se escolher muito bem os alimentos. Porque algumas combinações podem não ser tão boas assim, como por exemplo, os molhos que contenham leite, pois o cálcio compete com o ferro e atrapalha sua absorção. Evite também tudo que tem gordura e alto teor de sódio, responsáveis por doenças cardiovasculares e hipertensão arterial. 



E também não adianta fazer o melhor prato de saladas e errar feio nos temperos, dê preferência ao azeite (no máximo duas colheres de sopa) e ao limão que é rico em vitamina C, que ajuda na absorção de ferro. 

Quanto mais colorida melhor! Leve essa regra para a vida.
Isso vale também na hora de escolher as verduras e legumes que irão compor sua salada. Se escolher bem, ela valerá por uma refeição completa, e o melhor: repleta de vitaminas e nutrientes importantes ao organismo, pois os ingredientes geralmente são crus e, quando aquecidos, dificilmente perdem suas propriedades nutricionais.
Um prato completo deve conter folhas diversas, ao menos um tipo de legume colorido (cenoura, beterraba, chuchu, quiabo, vagem, entre outros), um cereal ou tubérculo (massa, arroz integral, batata, inhame ou aipim), um leguminoso (feijão, grão de bico ou ervilhas) e uma proteína (carne, peixe, frango, ovo ou soja).

Fonte: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/12021-aprenda-a-comer-salada-quanto-mais-colorida-melhor/