Qual é o desejo de 9 em cada 10 pessoas nos dias de hoje?

Depois da paz mundial e ganhar na Mega Sena, com certeza é perder uns ‘quilinhos’ de forma simples, rápida e, se possível, sem parar de comer!

Um sonho? Impossível? Quem sabe?

Emagrecer não é parar de comer, se alimentar é essencial, só precisamos encontrar o ponto certo entre passar fome e a gula. Comer “certo” é essencial, e é por isso que os melhores nutricionistas e nutrólogos sempre escolhem como “primeira arma na luta” contra a balança a reeducação alimentar, aliada de exercícios físicos.

Mas por que essa combinação? Ela dá uma acelerada do vilão da história: o METABOLISMO. Esse coleguinha aí é quem decide o quanto de “combustível” você vai “queimar” ou estocar, formando a famosa barriguinha.

O metabolismo tem a função de gerar energia para o corpo conforme a quantidade, frequência e qualidade dos alimentos que ingerimos. Apesar da prática de atividade física ser o carro-chefe para acelerar o metabolismo e gastar energia, é possível dar um gás e deixar o metabolismo mais eficiente com alguns alimentos específicos, como a canela, gengibre, pimenta vermelha e café que são digeridos com mais dificuldade, consumindo mais calorias na digestão, ajudando no emagrecimento.

Pensando nisso, separamos algumas receitas deliciosas de sucos naturais que podem te ajudar a dar um “empurrãozinho” no seu amigo metabolismo e perder uns “quilinhos”.


Quem é que não quer ter uma vida mais longa e saudável?
Todo mundo é claro, mas quem é que lembra disso na hora em que chega no buffet?

O primeiro passo está ali no começo de todo buffet e não é à toa. Verduras e legumes são essenciais em uma boa alimentação e também à saúde. 
Segundo pesquisa do Ministério da Saúde em abril de 2016, as hortaliças estão presentes no prato de apenas 30,4% dos brasileiros. Muito pouco, não é mesmo?! Você está dentre dessa porcentagem? Parabéns se sim, e preste muita atenção se a sua resposta foi não, porque agora vamos te ensinar a montar uma refeição mais saudável e nutritiva, dê uma chance as verdinhas.
Na hora de se servir, siga a ordem da maioria dos buffets, pense na salada como uma liquidação de shopping: você leva mais pela metade do preço e no final vale totalmente a pena. Montando um “pratão” com legumes e hortaliças, você consome fibras, vitaminas e minerais por poucas calorias e, no final da refeição, sente que o organismo está satisfeito.
Mas calma, tem que se escolher muito bem os alimentos. Porque algumas combinações podem não ser tão boas assim, como por exemplo, os molhos que contenham leite, pois o cálcio compete com o ferro e atrapalha sua absorção. Evite também tudo que tem gordura e alto teor de sódio, responsáveis por doenças cardiovasculares e hipertensão arterial. 


OUT, 2016
19
Quando se fala em laranja, a primeira coisa que vem a cabeça é a famosa vitamina C, para prevenção de gripes e resfriados. Mas não só de vitamina C a laranja é composta... Ela também é fonte de potássio, magnésio e betacaroteno, nutrientes com ações antioxidantes que ajudam a prevenir problemas cardiovasculares e até mesmo o câncer.
O suco mais tomado aqui no Giardino tem um lugar de honra em uma dieta equilibrada e saudável, graças aos diversos benefícios que oferece à saúde. Além de ser fundamental para o bom funcionamento das defesas do nosso organismo, a vitamina C também ajuda na absorção do ferro dos outros alimentos, como, por exemplo, quando ingerimos folhas verde-escuras ou feijão acompanhados de uma fatia da fruta (tipo na feijoada). Já o potássio ajuda a manter a pressão arterial equilibrada.
Mas não vai pensando que a laranja é só benefício, vale lembrar que, ela deve ser consumida com moderação, afinal, tem cerca de 50 calorias a cada 100 gramas, então cuidado.
Como sobremesa ela é ainda mais eficiente, porque ajuda no movimento intestinal e ajuda na digestão. Devido a riqueza em fibras, que, juntamente com a vitamina C, ajudam na produção e liberação dos sucos digestivos, reduzindo a azia e aquela sensação chata de inchaço depois do almoço.